Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de novembro de 2016. Atualizado às 12h28.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Alterada em 21/11 às 13h32min

Brasil está preparado para enfrentar cenários adversos, diz presidente do BC

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse nesta segunda-feira (21) que ainda é muito cedo para saber o rumo que política americana tomará sob a nova administração, do presidente eleito dos Estados Unidos Donald Trump, mas que o Brasil possui um arcabouço de política econômica consistente. As afirmações foram feitas num discurso gravado em vídeo e exibido no seminário "Reavaliação do Risco Brasil", promovido pela Fundação Getulio Vargas e Federação das Indústria do Estado do Rio de Janeiro.
"Estamos bem preparados para enfrentar cenários adversos que possam se apresentar", declarou o presidente do BC.
No discurso, Ilan lembrou que o estoque de reservas brasileiras é um seguro contra distorções no mercado. Segundo ele, a autoridade monetária usa ferramentas para evitar situações em que haja falta de liquidez.
O presidente do BC também defendeu que o regime de câmbio flutuante tem importante papel estabilizador frente a possíveis choques externos e domésticos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia