Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de novembro de 2016. Atualizado às 16h50.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 16/11 às 17h50min

Ouro fecha em ligeira queda em Nova Iorque, com dólar e expectativa de alta de juro

Os contratos futuros de ouro apresentaram volatilidade nesta quarta-feira, 16, fechando em queda em meio a um dólar valorizado e expectativas de aumento de juros nos Estados Unidos em dezembro.
O ouro para dezembro, negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), recuou 0,04%, para US$ 1.223,90.
A queda desta quarta-feira aconteceu após uma sessão volátil, na qual o ouro começou em alta, com investidores aproveitando para procurar barganhas após as recentes quedas do metal.
No entanto, a valorização contínua do dólar ante o iene e o euro acabou afastando os compradores, uma vez que a força da moeda americana torna o ouro mais caro para estrangeiros.
Além disso, as apostas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) eleve os juros da economia na reunião de dezembro estão cada vez mais altas. Nesta quarta, o presidente da unidade de St. Louis do Fed, Jamer Bullard, afirmou que "uma única alta dos juros, possivelmente em dezembro, pode ser suficiente para mover a política monetária para um cenário neutro", o que contribuiu para o aumento das expectativas.
Como o ouro não paga rendimentos aos seus investidores, ele acaba tendo dificuldades para competir com outros ativos seguros que pagam juros, como os Treasuries. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia