Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 01 de novembro de 2016. Atualizado às 07h28.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

01/11/2016 - 08h29min. Alterada em 01/11 às 08h29min

Grandes bolsas asiáticas sobem após PMIs chineses e decisões do BoJ e RBA

As principais bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira (1º), após a publicação de dados positivos de atividade na China e decisões dos bancos centrais do Japão e da Austrália de deixarem suas políticas monetárias inalteradas.
O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) oficial de indústria da China subiu para 51,2 em outubro, de 50,4 em setembro, com o avanço acima da marca de 50,0 indicando que a manufatura da segunda maior economia do mundo se expandiu em ritmo mais forte no mês passado.
O PMI industrial chinês não oficial, divulgado pela Markit em parceria com a Caixin, aumentou também para 51,2 em outubro, de 50,1 no mês anterior.
"Isso é muito bom...de modo geral, é muito encorajador", comentou Margaret Yang, analista de mercados da CMC Markets, sobre os dados chineses de PMI. "Acho que isso vai dar suporte aos metais industriais", acrescentou.
Na China continental, O Xangai Composto subiu 0,71%, a 3.122,44 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,11%, a 2.073,11 pontos. Já em Hong Kong, o Hang Seng teve alta de 0,93%, a 23.147,07 pontos.
Em Tóquio, o Nikkei registrou ganho marginal de 0,10%, a 17.442,40 pontos, pouco reagindo à decisão do Banco do Japão (BoJ) de manter seus estímulos monetários inalterados, após reunião de dois dias. O BoJ, porém, adiou sua previsão de cumprimento da meta de inflação de 2%, do ano fiscal de 2017 para o de 2018.
Algumas bolsas menores da Ásia não seguiram o tom positivo dos grandes mercados. Foi o caso da sul-coreana, onde o Kospi recuou 0,04%, a 2.007,39 pontos, e da de Taiwan, que teve baixa de 0,19% no índice Taiex, a 9.272,70 pontos. Nas Filipinas, a Bolsa de Manila não operou pelo segundo dia consecutivo, devido a feriados locais.
Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia com queda de 0,51% no índice S&P/ASX 200, a 5.290,50 pontos, pressionada por petrolíferas e mineradoras. O BC da Austrália, o RBA, também anunciou decisão de política monetária hoje, mantendo seu juro básico na mínima histórica de 1,5%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia