Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de dezembro de 2016. Atualizado às 10h32.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Ana Fritsch

De salto alto

moda

Notícia da edição impressa de 28/11/2016. Alterada em 05/12 às 11h34min

De Porto Alegre para o mundo

A proposta é não ter coleções, mas sim novas peças transformáveis que vão sendo agregadas aos poucos

A proposta é não ter coleções, mas sim novas peças transformáveis que vão sendo agregadas aos poucos


MARI KORMAN/DIVULGAÇÃO/JC
O designer Rafael Körbes criou, em março deste ano, a O Mínimo, marca de moda feminina que propõe uma reflexão sobre o consumo de moda. Para o futuro próximo, está mirando as peças unissex e masculinas. "Todas elas podem ser usadas de mais de um jeito, são transformáveis. A proposta é não ter coleções, mas sim novas peças transformáveis que vão sendo agregadas aos poucos", afirma.
Segundo ele, a marca surgiu para quebrar o padrão de acharmos que devemos sempre estar substituindo algo. É uma provocação, na sua visão. "As peças são interativas, atemporais, duráveis, versáteis, dinâmicas, confortáveis e permanentes. Tento otimizar o corte para aproveitar da melhor parte", diz Körbes.
A ideia aconteceu em 2011. Na época, ele pensou: como posso impactar as pessoas com meu trabalho e consumo consciente? Naquele mesmo ano participou do Lycra Future Designers, concurso brasileiro de moda para jovens talentos. Criou peças reversíveis com zíperes e botões. Uma delas pode ser usada de 14 formas diferentes. "As possibilidades estão aí. A marca é para pessoas criativas que procuram versatilidade, que se identificam com a ideia de consumir menos", comenta o designer.
A produção é feita em pequena escala e vendida on-line. Futuramente será comercializa em lojas multimarcas e em eventos pop ups. "Em vez de coleções, são lançadas peças que vão entrando aos poucos na família de produtos da marca. Estou testando a venda on-line e em feiras".

Rabusch lança e-commerce

A Rabusch, especializada em vestuário feminino, acaba de aderir às vendas on-line e estreia sua presença em lojas virtuais. O canal de vendas on-line é fruto de uma parceria com o Grupo DBR, empresa responsável pela plataforma e logística de entrega dos produtos.
O sistema está hospedado no site da marca e os clientes poderão ter acesso às peças da marca e possíveis promoções. De acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a previsão de crescimento do e-commerce em 2016 é de 18% e faturamento estimado de R$ 56,8 bilhões.

Alice Ferraz em Porto Alegre para a Coliseu

A Coliseu Joalheria apresenta sua coleção global, Summer Incense, dia 1/12, às 19h, na loja conceito do Shopping Iguatemi, com presença da jornalista idealizadora da plataforma Fhits, Alice Ferraz. Ela estará em Porto Alegre para falar sobre luxo, design e joias.

Agenda

  • Miria Mezzomo, diretora da Del Mondo BarraShoppingSul e Praia de Belas, e o empresário Eduardo Santos recebem convidados para o jantar em homenagem à marca Carolina Herrera,dia 29/11, em Porto Alegre. A equipe da grife desembarca na Capital especialmente para a apresentação do último lançamento da marca CH, o perfume Good Girl. Será no 300 Cosmo Dining Room.
  • Será no dia 30/11, das 19h às 21h, o lançamento do blog Maria Não Pia, desenvolvido pela Maria Pia Vargas.
  • No dia 5/12, Luiz Jacintho Pilla faz o coquetel de lançamento da sua revista WE, que traz na capa Scheila Vontobel. Das 20h às 22h, na Fabricário (avenida Nilópolis, 179).

Franquia da Passarela de Negócios

O Passarela de Negócios, realizado em várias cidades do Rio Grande do Sul, está investindo na internacionalização no Peru e agora abraça um novo desafio: tornar-se franquia. O lançamento do novo posicionamento foi feito recentemente, em Caxias do Sul. As idealizadoras do projeto, Rosani Coelho e Daiane Catuzzo, acreditam que a franquia é um dos mais eficazes formatos de expansão, além de ser uma oportunidade para que novas empreendedoras consigam realizar o sonho de ter o próprio negócio, motivando o empreendedorismo.
"Com este formato, entendemos que será possível um crescimento mais sólido, chegando a regiões que teríamos maiores desafios em atuar, em função da distância e do conhecimento da realidade local", afirma Daiane. A expectativa é efetivar cinco franquias no primeiro ano de atuação e 15 até o terceiro ano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia