Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 31 de outubro de 2016. Atualizado às 21h03.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Alterada em 31/10 às 22h06min

Justiça dos EUA diz que vai trabalhar com o FBI em investigação contra Hillary

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos disse que trabalharia com o FBI para resolver uma investigação sobre o servidor de e-mails da candidata democrata à presidência, Hillary Clinton, o mais rápido possível, em uma carta enviado a legisladores.
"Nós asseguramos que o departamento continuará trabalhando com o FBI e juntos aplicaremos todos os recursos necessários e tomaremos as medidas apropriadas o mais rapidamente possível", escreveu o chefe de assuntos legislativos do departamento, Peter Kadzik.
A carta foi enquadrada como uma resposta do departamento a exigências de vários congressistas democratas direcionadas à procuradora-geral Loretta Lynch e ao diretor do FBI, James Comey. Os líderes políticos pediram por mais detalhes sobre os e-mails recentemente descobertos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia