Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de outubro de 2016. Atualizado às 22h03.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

uruguai

Notícia da edição impressa de 26/10/2016. Alterada em 25/10 às 21h13min

Ex-presidente Jorge Battle morre aos 88 anos

Corpo foi velado ontem na sede do Congresso

Corpo foi velado ontem na sede do Congresso


MIGUEL ROJO/AFP
Os uruguaios se despediram ontem do ex-presidente Jorge Batlle, que deu os primeiros passos na busca por restos de desaparecidos da ditadura militar, que durou de 1973 a 1985. Batlle faleceu na segunda-feira, aos 88 anos, um dia antes de seu aniversário. Em dia de luto nacional decretado pelo governo de Tabaré Vázquez, o corpo foi velado na sede do Congresso, em Montevidéu, diante de uma multidão.
O atual presidente esteve entre os primeiros a aparecerem para homenagear o oponente político, que lhe transferiu a faixa presidencial em 2005, quando o líder da esquerdista Frente Ampla chegou ao poder pela primeira vez. Vázquez foi derrotado por Batlle nas urnas em 1999.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia