Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 16 de outubro de 2016. Atualizado às 17h16.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

estados unidos

Alterada em 16/10 às 17h19min

Vice de Trump diz que chapa republicana vai respeitar resultado das eleições

O vice de Donald Trump na disputa pela presidência dos Estados Unidos, Mike Pence, afirmou neste domingo que ele e seu companheiro de chapa vão respeitar "a vontade do povo americano" no dia das eleições, e sugeriu que a reclamação de Trump de que as eleições estariam sendo "manipuladas" decorre da crença do candidato de que a mídia tem feito um complô contra a chapa republicana.
"Nós vamos absolutamente aceitar o resultado das eleições", ele afirmou, em entrevista a um programa de televisão. Disse que a reclamação de Trump, articulada no Twitter mas sem evidências, reflete um cansaço com o "óbvio viés da mídia nacional". "É daí que vem o senso de que as eleições estão sendo manipuladas", afirmou.
No Twitter, Trump disse que as eleições estão "absolutamente sendo manipuladas pela mídia desonesta e distorcida". As palavras de Pence foram a mais recente tentativa do vice de Trump de tentar explicar algumas das declarações do seu companheiro de chapa no Twitter.
Este dever de limpeza sobrou para Pence a pouco mais de três semanas do dia da eleição, em 8 de novembro. Trump tem lutado para mudar o foco da campanha, na qual ele tem sido acusado de agredir mulheres sexualmente. Trump diz que todas as acusações são fabricadas para prejudicá-lo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia