Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de outubro de 2016. Atualizado às 14h07.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 12/10 às 14h09min

Na despedida de Oswaldo de Oliveira, Sport leva 3 a 0 da Chapecoense

Oswaldo de Oliveira fez uma despedida melancólica no comando do Sport, nesta quarta-feira. Em seu último jogo à frente da equipe, antes de assinar com o Corinthians, o treinador viu o time pernambucano levar 3 a 0 da Chapecoense na Arena Condá, em jogo válido pela 30ª rodada do Brasileirão.
A derrota deixou o Sport mais perto da zona de rebaixamento. Com apenas 34 pontos, poderá entrar na zona da degola dependendo do resultado dos rivais na sequência da rodada. O Sport está na 16ª colocação da tabela, última posição antes da temida zona.
Já a Chapecoense segue afastando o risco de queda. Com 41 pontos, poderá se garantir na primeira divisão com mais uma vitória em seus últimos oito jogos neste Brasileiro.
O time catarinense começou mais atento no jogo e levou perigo à área pernambucana logo aos 10 minutos. Denner fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para Ananias, que cabeceou para fora.
Dois minutos depois, os visitantes reagiram com Rodney Wallace. O lateral driblou dois marcadores, entrou na área e mandou a bomba, exigindo grande defesa do goleiro Danilo.
O jogo perdeu velocidade e a torcida só levantaria novamente aos 26 minutos. Ronaldo Alves errou o tempo de bola no meio-campo e Ananias disparou para o gol, tocou para Kempes, mas Magrão impediu o gol feito.
As redes balançariam aos 43, em bola parada da Chapecoense. Cleber Santana cobrou escanteio preciso e Thiego desviou para o gol.
Mesmo com a vantagem no placar, a Chapecoense começou melhor o segundo tempo. Ananias teve duas chances e marcou aos 11 minutos. Alan Ruschel foi até a linha de fundo e cruzou forte para Ananias, que apareceu como uma flecha dentro da área e mandou a bola para o fundo das redes.
O que era ruim ficou pior para os pernambucanos. Aos 23, Gabriel Xavier que já tinha amarelo, entrou duro em Thiego e foi expulso.
Os donos da casa quase chegaram ao terceiro gol nos 40 minutos. Em uma bola perdida na área, Biteco aproveitou o rebote e mandou a bomba. A bola saiu por pouco. Mas outro gol viria aos 44. Hyoran tirou Matheus Ferraz da jogada e mandou uma chute forte, mas parou em Magrão, que fez mais uma boa defesa. No entanto, no rebote, Kempes estava sozinho e empurrou.
Na próxima rodada, a Chapecoense vai a Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro no Mineirão, às 17 horas de domingo. No mesmo dia, a partir das 19h30, o Sport recebe na Ilha do Retiro o Vitória.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia