Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de outubro de 2016. Atualizado às 20h37.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

eliminatórias da copa

Alterada em 10/10 às 20h39min

Tite confirma time titular com Willian e nega 'Neymardependência' na seleção

O técnico Tite confirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira o time titular da seleção brasileira para o duelo contra a Venezuela, nesta terça, no estádio Metropolitano de Mérida, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, e relativizou o impacto da ausência de Neymar, suspenso pelo segundo cartão amarelo.
"Todo mundo vai sentir a ausência do Neymar", afirmou o treinador. "Mas se a gente depender do Neymar, tem alguma coisa errada. Respeito, mas não concordo com 'Neymardependência'. A individualidade só aparece quando o coletivo está bem". Para o lugar do atacante do Barcelona jogará Willian, do Chelsea.
O treinador evitou fazer prognósticos sobre a partida, apesar de a Venezuela ocupar o último lugar na tabela de classificação das Eliminatórias. "Desempenho, jogar bem, não dá pra falar antes de resultado. A coisa é decidida lá dentro de campo", falou. "Temos de fazer um grande jogo. Sabemos das dificuldades, independentemente de local e posição. Time tá confirmado", afirmou.
Nesta terça-feira, o Brasil começará jogando com Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian; Gabriel Jesus.
O técnico também evitou comentar sobre os problemas políticos e econômicos que a Venezuela atravessa, mas lembrou do impacto positivo que a imagem da seleção brasileira tem ao redor do mundo. No aspecto futebolístico, Tite fez questão de agradecer a Rafael Dudamel, treinador do time rival, que elogiou a postura tática da seleção brasileira.
Em contrapartida, ele também elogiou a "Vinotinto", apelido da seleção venezuelana. "Não falo de debilidade da Venezuela por ética e respeito. Quem tem Rondón e Guerra tem muita qualidade. A gente sabe respeitar independentemente na posição na tabela", concluiu.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia