Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 08 de outubro de 2016. Atualizado às 00h18.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Série B

Alterada em 08/10 às 00h23min

Brasil de Pelotas perde para o Náutico na Arena Pernambuco

Com um jogador a menos desde os 41 minutos do primeiro tempo, o Brasil de Pelotas (RS) não conseguiu segurar o Náutico e acabou sendo derrotado pelo placar de 2 a 0, em partida realizada nesta sexta-feira (7), na Arena Pernambuco, no Recife, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
Com a vitória, o time da casa dormirá no G4 - a zona de acesso -, há sete jogos sem perder. Esta foi a quinta vitória seguida do Náutico, que havia vencido anteriormente Paysandu, Paraná, Vasco e Bragantino, subindo assim para a terceira posição, com 48 pontos. Agora, precisa torcer contra Avaí ou Londrina, ambos com a mesma pontuação, para seguir entre os primeiros. O Brasil, por sua vez, acaba ficando para trás na briga pelo acesso. O time gaúcho acabou caindo para a sétima colocação, com 45 pontos.
Em um confronto direto pelo acesso, os dois times fizeram um primeiro tempo muito truncado, principalmente no meio de campo. A única chance efetiva dos 45 minutos iniciais se transformou em gol. Marco Antônio colocou a bola nos pés de Bergson, que fez o giro e chutou cruzado para abrir o marcador.
Um pouco antes, Washington cometeu falta em Marco Antônio. O volante perdeu a cabeça com a marcação do árbitro da partida, acabou chutando o adversário, que estava deitado no gramado, e foi expulso. Com um homem a menos, o Brasil foi dominado pelo Náutico, que vinha no embalo da torcida que compareceu em peso na arena.
No segundo tempo, o Brasil apostou no contra-ataque para surpreender o Náutico. Aos 18 minutos, Elias recebeu de Weldinho e rolou de calcanhar para Felipe Garcia, que soltou o pé para uma defesa milagrosa do goleiro Julio Cesar. O arqueiro agradeceu ao céu por ter evitado o que seria o gol de empate da equipe gaúcha.
Aos 37 minutos, em mais um ataque em velocidade do Náutico, Rony apareceu livre pelo lado esquerdo da área e cruzou com força. Marcão, um tanto quanto atrapalhado, foi cortar, mas acabou tropeçando e jogando a bola contra o próprio gol.
Na próxima rodada, a 31ª, o Brasil enfrenta o Bahia na próxima sexta-feira, às 21h30min, na Arena Fonte Nova, em Salvador. No sábado, o Náutico recebe o Ceará, às 18h30min, novamente na Arena Pernambuco.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia