Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de outubro de 2016. Atualizado às 00h13.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

05/10/2016 - 23h50min. Alterada em 06/10 às 00h14min

Santos vence Fluminense por 2 a 1 e se consolida no 4º lugar

O Santos conquistou uma importante vitória nesta quarta-feira (5) ao derrotar o Fluminense por 2 a 1, no estádio da Vila Belmiro, em Santos. Além de abrir vantagem contra um concorrente direto na briga pelas primeiras posições, nesta 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time santista encostou no grupo dos três melhores que avançam diretamente para a fase de grupos da Copa Libertadores.
Com os três pontos, o time da Baixada Santista foi para 51, dois a menos que o Atlético Mineiro, terceiro colocado. Agora distante da briga, o Fluminense permanece com 46, na quinta colocação. No dia 13, os dois times voltam a campo para dois clássicos. No Pacaembu, o Santos enfrenta o São Paulo. O time carioca receberá o Flamengo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.
Apesar do segundo tempo animado, o primeiro tempo foi bem aquém dos dois times que brigam na parte superior da tabela. Com um futebol pobre, os dois times abusaram dos passes errados, com 40 tentativas frustradas somente no primeiro tempo.
Somente aos 24 minutos da etapa inicial é que um goleiro entrou em ação. Após vacilo de Wellington Silva, Copete lançou Ricardo Oliveira, que finalizou e obrigou Júlio César a fazer boa defesa O Fluminense, que também passava pelos mesmos problemas, ameaçou apenas uma vez. Foi aos 36, quando Wellington Silva fez boa jogada individual e chutou rasteiro. Vanderlei defendeu.
Já no segundo tempo, um gol logo no início mudou tudo. Aos 2 minutos, Renato fez um cruzamento preciso para Copete marcar de cabeça: 1 a 0. A desvantagem no placar fez o técnico Levir Culpi agir rápido, com a entrada de Richarlison no lugar de Pierre. O time, que até então pouco jogou, se lançou ao ataque e cresceu no jogo.
Aos 18, Vanderlei se esforçou, mas não evitou o gol. Após cruzamento de William Matheus, Marcos Júnior cabeceou e o goleiro fez grande defesa. Porém deu rebote e viu Wellington Silva empatar o jogo: 1 a 1. O jogo ficou mais aberto após o empate. Aos 29, Luiz Felipe chutou forte, de longe, e Júlio César quase se complicou.
Aos 33, Jean Mota cobrou falta e acertou o travessão. Na sequência, aos 34, o gol. Após escanteio cobrado pelo meia, Ricardo Oliveira cabeceou e fez 2 a 1 Santos. Dessa vez, o time praiano não deixou o adversário se impor em campo. Nos últimos minutos, o time se fechou na defesa até o apito final que deu nova vida ao time no Brasileirão.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia