Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de outubro de 2016. Atualizado às 14h43.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 25/10 às 15h46min

Bolsas da Europa fecham na maioria em baixa, com foco em balanços

As bolsas europeias fecharam na maioria no terreno negativo nesta terça-feira, 25, com os investidores atentos aos resultados corporativos. A exceção foi o mercado londrino, que subiu em um dia positivo para o cobre e também de fraqueza da libra, o que ajuda as ações de multinacionais do Reino Unido.
O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,45% (-1,54 ponto), em 342,72 pontos.
Na bolsa de Londres, o índice FTSE-100 subiu 0,45%, para 7.017,64 pontos. Entre as ações em foco, Ortac Resources fechou com alta de 18,75% e Glencore avançou 3,6%, enquanto Antofagasta subiu 2,95%. A petroleira BP teve ganho de 1,68%.
Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,04%, para 10.757,31 pontos. O papel da Thyssen Krupp caiu 3,1%, após a saída do executivo-chefe da Tata Group, fato que para analistas poderia retardar uma fusão entre as companhias. Entre os bancos, Deutsche Bank caiu 1,61% e Commerzbank teve baixa de 1,72%.
Na bolsa de Paris, o CAC-40 caiu 0,26%, a 4.540,84 pontos. Um destaque positivo foi Orange, do setor de telecomunicações, que subiu 4,12% após divulgar balanço que agradou o mercado. Já Holosfind recuou 20% e Vallourec teve baixa de 1,50%. A montadora Peugeot caiu 1,26%.
Em Milão, o índice FTSE-MIB recuou 0,44%, para 17.230,03 pontos. No setor bancário, Monte dei Paschi di Siena teve mais um dia de grandes movimentos e caiu 14,99%, UniCredit recuou 3,04% e Popolare di Milano cedeu 2,75%.
O índice Ibex-35, da bolsa de Madri, fechou em baixa de 0,83%, em 9.139,70 pontos. A ação do Santander caiu 1,14% e Banco Popular Español teve baixa de 2,37%. Em Lisboa, o PSI-20 caiu 0,63%, para 4.710,73 pontos. Banco BPI teve queda de 0,09% e Altri teve baixa de 1,21%, enquanto Jerónimo Martins recuou 1,12%. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia