Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de outubro de 2016. Atualizado às 10h07.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

telecomunicações

12/10/2016 - 09h07min. Alterada em 12/10 às 10h07min

Samsung corta projeções do 3º trimestre em meio a crise com Galaxy Note 7

Empresa reduziu receita esperada para o trimestre, de US$ 43,53 bilhões para US$ 41,75 bilhões

Empresa reduziu receita esperada para o trimestre, de US$ 43,53 bilhões para US$ 41,75 bilhões


Ed Jones/AFP/JC
A Samsung cortou as previsões para o balanço preliminar do terceiro trimestre devido ao recall do Galaxy Note 7, refletindo o alto impacto financeiro da crise instaurada após o aparelho apresentar problemas graves.
De acordo com um documento regulatório divulgado pela gigante sul-coreana nesta quarta-feira, o lucro operacional estimado para o trimestre encerrado em 30 de setembro caiu para o equivalente a US$ 4,62 bilhões, de estimativa original de US$ 6,93 bilhões.
Também foi reduzida a receita esperada para o trimestre, de US$ 43,53 bilhões para US$ 41,75 bilhões.
O anúncio acontece um dia depois da companhia decidir suspender, em definitivo, a produção do Galaxy Note 7. Desde o lançamento do smartphone, no começo do segundo semestre, a Samsung recebeu relatos de superaquecimento do aparelho, que chegava a pegar fogo em alguns casos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia