Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de setembro de 2016. Atualizado às 23h03.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Assembleia Legislativa

Notícia da edição impressa de 28/09/2016. Alterada em 27/09 às 23h00min

Procuradoria legislativa deve recorrer ao STJ sobre caso Jardel

Depois de ser notificada, na sexta-feira passada, sobre a decisão do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio Grande do Sul - que impediu, em agosto, a votação do processo de cassação do deputado estadual Mário Jardel (PSD) -, a Procuradoria-Geral da Assembleia Legislativa deve entrar com um recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) na semana que vem.
O Legislativo foi notificado da decisão do órgão especial do TJ um mês depois de sair a decisão, que manteve a liminar concedida pela desembargadora Catarina Rita Krieger Martins em julho. Depois de 10 dias corridos da notificação, a Assembleia pode recorrer da decisão. 
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia