Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de setembro de 2016. Atualizado às 16h08.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Crise Política

Alterada em 02/09 às 16h11min

Dilma já cataloga presentes ganhos para levar a Porto Alegre na mudança de terça-feira

 A ex-presidente ainda não decidiu se vai morar na capital gaúcha, onde tem um apartamento e poderá contar com o apoio da família, ou se ocupará um apartamento da mãe no Rio

A ex-presidente ainda não decidiu se vai morar na capital gaúcha, onde tem um apartamento e poderá contar com o apoio da família, ou se ocupará um apartamento da mãe no Rio


MARCELO CAMARGO/ABR/JC
Agência O Globo
A ex-presidente Dilma Rousseff decidiu que irá voltar para Porto Alegre na próxima terça-feira, véspera do feriado da Independência, mesmo dia que o presidente Michel Temer volta da China. Segundo um aliado, Dilma não cogita prosseguir na carreira política e "não quer nem ouvir falar em se candidatar" a qualquer cargo, no momento.
A ex-presidente ainda não decidiu se vai morar na capital gaúcha, onde tem um apartamento e poderá contar com o apoio da família, ou se ocupará um apartamento da mãe no Rio.
Nesta quinta-feira, a ex-presidente começou a providenciar os detalhes de sua mudança e nesta sexta-feira começou cedo a catalogar todos os presentes que recebeu como presidente. A orientação que recebeu é que só pode se apropriar de presentes dados fora de eventos oficiais.
Tudo o que recebeu durante essas ocasiões oficiais é considerado um presente para o Estado, e não para o chefe de Estado, pessoalmente. As ex-ministras Tereza Campelo e Eleonora Menicucci estão ajudando Dilma nessa tarefa.
Entre os presentes, há um estátua de urso de dois metros de altura que ganhou do governo alemão e queria doar para uma creche, mas como foi entregue em um evento oficial, a petista não terá esse direito. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia