Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de setembro de 2016. Atualizado às 13h58.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

estados unidos

19/09/2016 - 13h55min. Alterada em 19/09 às 14h01min

Polícia dos EUA prende suspeito de fabricar bombas que explodiram em Nova Iorque

Polícia estava tentando capturar Ahmad Khan Rahami desde esta manhã

Polícia estava tentando capturar Ahmad Khan Rahami desde esta manhã


Jewel SAMAD/AFP/JC
Agência Brasil
Ahmad Khan Rahami, norte-americano de origem afegã, suspeito de atentados em Nova Iorque e Nova Jersey, foi preso hoje (19) pela polícia de Linden, no estado de Nova jersey, nos Estados Unidos. Antes de ser preso, ele resistiu à ordem de prisão e trocou tiros com policiais.
O FBI (Polícia Federal dos Estados Unidos) e a polícia de Nova Iorque anunciaram nesta segunda-feira que estavam tentando capturar Ahmad Khan Rahami, suspeito de ser o autor dos atentados ocorridos sábado (17), em Nova Iorque e Seaside Park, New Jersey.
O atentado de Nova Iorque aconteceu à noite no bairro de Chelsea, em Manhattan (centro da cidade), quando uma bomba explodiu e feriu 29 pessoas. Outra bomba, encontrada a quatro quarteirões de distância, foi também encontrada pela polícia, mas não explodiu.
O atentado de Seaside Park aconteceu durante o dia, antes de uma evento esportivo para arrecadar fundos para fuzileiros navais. Uma bomba explodiu no local, não deixou feridos, mas o evento foi cancelado.
Ahmad também deve ser considerado suspeito de ter fabricado as cinco bombas encontradas ontem (18) à noite na estação ferroviária de Elizabeth, uma cidade de Nova jersey. Um dos artefatos explodiu na madrugada de hoje (19), quando a polícia tentava desativar as bombas com a ajuda de um robô.
As investigações realizadas até agora pela polícia indicam que todas as bombas foram fabricadas para ser acionadas a distância. Elas foram montadas com uma panela de pressão e com fiação e lâmpadas normalmente usadas em árvores de Natal.
O FBI está investigando a possibilidade de existência de uma rede de terror na cidade de Nova Iorque e no estado de Nova Jersey, que teria dado assistência para que Ahmad Kahn Rahami operasse nessas localidades. A imprensa dos Estados Unidos informou que Ahmad e um policial foram feridos no tiroteio, antes da prisão do suspeito.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia