Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de setembro de 2016. Atualizado às 20h37.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Alterada em 15/09 às 20h39min

Hillary retoma campanha e procura refinar discurso

Depois de parar a campanha, Hllary retomou os trabalhos hoje

Depois de parar a campanha, Hllary retomou os trabalhos hoje


JUSTIN SULLIVAN/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/JC
A candidata do Partido Democrata para a presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, retomou a campanha, nesta quinta-feira, após sofrer ferimentos auto-infligidos, que resultaram em uma interrupção dos trabalhos durante a semana.
Ao discursar na Universidade de Greensboro, no Estado da Carolina do Norte, Hillary disse que três dias fora da estrada - enquanto ela se recuperava de um pneumonia - deram-na a chance de refletir sobre do que se tratava a campanha. Ela disse que, para ela, "trata-se de lutar por crianças e famílias".
"A campanha não nos encoraja a refletir, e é importante sentar com seus pensamentos de vez em quando. Isso ajuda a reconectar o que significa toda essa campanha", disse.
"Defender as crianças tem sido o trabalho da minha vida", disse Hillary, que citou seus esforços como primeira-dama de Arkansas, dos EUA e do Senado.
"Essa é minha proposta pra vocês: eu vou encerrar minha campanha da forma em que comecei minha careira e da forma em que servirei como sua presidente", disse. "Vou focar nas crianças", completou. A candidata também afirmou que a partir de agora vai falar sobre suas ideias para o país.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia