Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de setembro de 2016. Atualizado às 15h08.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

18/09/2016 - 12h33min. Alterada em 18/09 às 15h08min

Consumo maior de vinho, café ou chimarrão aumenta incidência de manchas nos dentes

A dentista Ana Elisa explica como se forma a pigmentação nos dentes e alerta para cuidados e tratamento

A dentista Ana Elisa explica como se forma a pigmentação nos dentes e alerta para cuidados e tratamento


Jonathan Heckler/JC
Patrícia Comunello
O inverno está quase no fim, mas os efeitos colaterais de alguns excessos gastronômicos da temporada podem aparecer só agora. Se é que já não despontaram ao longo da estação. O consumo maior e mais frequente de vinho, café, chimarrão e chás neste período aumenta o aparecimento de manchas nos dentes, a chamada pigmentação, associadas aos pigmentos presentes nessas bebidas que se acumulam nos dentes.
O problema chega a elevar em 40% o fluxo de pacientes a consultórios em Porto Alegre. "As pessoas chegam alarmadas e ficam aliviadas quando descobrem que é só pigmentação", conta a dentista Ana Elisa da Silva, para descontrair. Ela explica que as bebidas têm muito pigmento, que se mistura à saliva e acaba se depositando na superfície do dente. A pigmentação é caracterizada por manchas extrínsecas ou externas, pois são causadas por agentes externos, como as bebidas.
Ana Elisa tranquiliza que o problema normalmente não gera prejuízos à saúde. "É mais comprometimento estético mesmo." A pigmentação exige algumas medidas para evitá-la ou amenizar a incidência, além, claro, para removê-la. 
Ir com mais frequência ao dentista para fazer a profilaxia é crucial. Segundo Ana Elisa, quanto mais tempo a pessoa demorar para fazer a remoção mais a pigmentação se consolida. A profissional também adverte que não adianta forçar a escovação para tentar remover as manchas, que se concentram na base dos dentes e podem ser mais suaves ou bastante críticas, quando o depósito do pigmento pode cobrir a dentição, principalmente na parte interna da boca.   

Como lidar com a pigmentação:


Jonathan Heckler/JC
  • Reduzir o consumo ou frequência na ingestão de bebidas com pigmento (vinho, café, chimarrão e chás).
  • Não forçar a escovação para remover a pigmentação, pois isso pode causar retração gengival, maior sensibilidade ou outros danos mais graves aos dentes.
  • Ir ao dentista com mais frequência para fazer profilaxia dental
  • Não reter vinho café ou outra bebida na boca ou ficar bochechando
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia