Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de setembro de 2016. Atualizado às 20h09.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Acidente

11/09/2016 - 19h49min. Alterada em 11/09 às 20h12min

Marinha busca barco com casal que desapareceu na Lagoa dos Patos

Patrícia Comunello
O barco com um casal que saiu para pescar há quase uma semana na Lagoa dos Patos, na região de Tapes, no Rio Grande do Sul, ainda não foi localizado. A Marinha começou oficialmente neste domingo (11) a fazer as buscas na região. O casal saiu com a embarcação nos dias em que fortes ventos atingiram o Estado.
A meteorologia indicava rajadas de até 90 km/hora. Segundo fontes da Marinha, a condição do tempo não recomendava a saída. Além disso, informações indicam que o casal teria comprado o barco no sábado (3) e saída pela primeira vez em viagem na segunda.     
A Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul (CPRS), subordinada ao Comando do 5º Distrito Naval, informou que encerrou no começo da noite a operação e retorna os trabalhos na manhã desta segunda-feira (12). A capitania, com sede em Rio Grande, está coordenando as buscas. 
Familiares de Marcelo Martins Moreira e Jocely Ana Pereira informaram apenas na quinta-feira (8) à Brigada Militar de Tapes que não tinham notícias do casal. Moreira e Ana haviam saído na segunda-feira (5) numa embarcação de pequeno porte para pescar na região. O plano dos dois era de retornar até quarta-feira (7), segundo familiares. O apoio da Marinha foi pedido somente nesse sábado pela BM. 
Na operação, estão sendo empregadas duas embarcações de casco semi-rígido da CPRS e da Capitania Fluvial de Porto Alegre, que deslocou também uma aeronave do 5º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-5). O Corpo de Bombeiros da Capital apoia com um helicóptero.
A Marinha também solicitou a pescadores e navegadores que entrem em contato caso tenham informações que possam ajudar nas buscas. O telefone é o (53) 3233-6119.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia