Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de setembro de 2016. Atualizado às 14h23.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

segurança pública

01/09/2016 - 11h41min. Alterada em 01/09 às 14h28min

Sartori nomeia novo secretário de Segurança e anuncia recontratação de PMs inativos

O governador anunciou novas medidas para conter a crise de segurança no Estado

O governador anunciou novas medidas para conter a crise de segurança no Estado


Marcelo G. Ribeiro/JC
O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, anunciou em coletiva à imprensa na manhã desta quinta-feira (1°), no Palácio Piratini, novas medidas para conter a crise de segurança no Estado. Sartori nomeou o delegado Jorge Luiz Soares como novo secretário-adjunto da Segurança Pública, autorizou a concessão e renovação de abono de permanência de policiais militares com tempo de carreira para se aposentar e a recontratação de inativos.
O governador ainda anunciou projeto em regime de urgência para aumentar o valor de gratificação aos PMs inativos, que passará de R$ 1.181,51 para R$ 1,8 mil. O Estado vai autorizar a recontratação de até 500 policiais da reserva para atuar em escolas, videomonitoramento e setor administrativo.
No comando da segurança, Soares deve responder pela pasta até que seja definido o titular da Secretaria. A mudança no posto ocorre após o antigo titular, Wantuir Jacini, pedir exoneração do cargo depois da morte de Cristine Fagundes em tentativa de assalto em Porto Alegre. O crime desencadeou uma crise no governo, que criou um gabinete especial para cuidar da segurança pública. Com reportagem de Isabella Sander.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia