Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de setembro de 2016. Atualizado às 23h14.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

14/09/2016 - 23h17min. Alterada em 14/09 às 23h17min

Grêmio sofre goleada da Ponte Preta em Campinas

O técnico Eduardo Baptista havia adiantado que a Ponte Preta não faz duas partidas ruins. E foi justamente isso o que aconteceu na noite desta quarta-feira. Após tropeçar contra o lanterna América-MG no fim de semana, ao empatar por 2 a 2, o time campineiro se recuperou e venceu o Grêmio por 3 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em um confronto direto por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro. O jogo foi válido pela 25ª rodada.
Invicta há nove jogos - sete vitórias e dois empates - diante de seus torcedores, a Ponte encostou na zona de classificação para a Copa Libertadores ao somar seu 38.º ponto, em sexto lugar, deixando para trás o próprio Grêmio.
Sem vencer há mais de um mês, o time gaúcho estacionou nos 37 e segue despencando na tabela. Está em oitavo, cada vez mais distante do G4. Foi o segundo tropeço seguido fora de casa do Grêmio no Brasileirão. Antes do empate sem gols com o Palmeiras no fim de semana, a equipe gaúcha havia sido goleada pelo Coritiba por 4 a 0, no Paraná.
O primeiro tempo em Campinas teve a Ponte Preta com mais posse de bola e criando pelo menos três boas oportunidades, enquanto o Grêmio apostava no contra-ataque. Aos 25, Maycon cobrou falta e Marcelo Grohe foi buscar no ângulo. Depois, Douglas Grolli acertou o travessão de cabeça e Pottker desperdiçou uma chance incrível ao chutar por cima. No único lance de perigo dos visitantes, Luan aproveitou cruzamento de Bolaños e cabeceou na rede pelo lado de fora.
O Grêmio assustou os torcedores pontepretanos logo aos dois minutos da etapa final em chute de Marcelo Oliveira defendido por Aranha. A resposta foi fulminante. Aos 7, Reinaldo cobrou falta do lado direito e Fábio Ferreira desviou de ombro, abrindo o placar.
Depois, o time gaúcho se lançou ao ataque e deu espaço para o contra-ataque, levando o segundo gol aos 30 minutos. William Pottker recebeu de Reinaldo e cruzou na cabeça de Roger, que mandou no cantinho de Marcelo Grohe, acabando com as esperanças do adversário.
Mas o jogo não acabou aí. Aos 46 minutos, Roger foi empurrado pelas costas por Geromel e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança Pottker bateu forte no canto direito de Grohe, fechando o placar em 3 a 0.
Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 26ª rodada. A Ponte Preta encara a Chapecoense, às 16 horas, na Arena Condá, em Chapecó, enquanto o Grêmio recebe o Fluminense, no mesmo horário, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.
Ponte Pretea 3 x 0 Grêmio
Aranha; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Matheus Jesus e Maycon (Elton); Rhayner (Roger), William Pottker e Clayson (Felipe Azevedo). Técnico: Eduardo Baptista.
Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Wallace, Jailson e Lincoln (Guilherme); Pedro Rocha (Negueba), Luan e Bolaños (Batista). Técnico: Roger Machado.
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia