Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de setembro de 2016. Atualizado às 19h19.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

rio-2016

Alterada em 12/09 às 19h21min

EUA não recorrem de desclassificação em revezamento e Brasil confirma prata

Após desclassificação no revezamento 4x100 metros, a equipe dos Estados Unidos decidiu não recorrer da decisão, o que confirma a medalha de prata do Brasil na prova da classe T42-T47 (amputados), nesta segunda-feira, no Engenhão, pela Paralimpíada do Rio de Janeiro.
Os velocistas norte-americanos constataram que realmente fizeram a passagem de vez (não há troca de bastão no revezamento paralímpico) fora da raia e, por isso, não quiseram contestar a decisão. Eles tinham ficado na segunda posição, atrás somente da Alemanha, que faturou o ouro. O Japão ficou em terceiro.
A prata brasileira foi conquistada pela equipe formada por Petrucio Ferreira dos Santos, Yohansson Nascimento, Alan Fonteles e Renato Cruz.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia