Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 04 de setembro de 2016. Atualizado às 19h45.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

fórmula 1

Alterada em 04/09 às 19h46min

Vettel festeja pódio com a Ferrari em Monza: 'É uma corrida muito especial'

Apesar de não ter conseguido uma vitória na "casa da Ferrari", Sebastian Vettel comemorou a terceira colocação no GP da Itália, neste domingo, em Monza. O alemão já havia admitido durante os treinos que as Mercedes seriam praticamente imbatíveis, fato comprovado com a vitória de Nico Rosberg e Lewis Hamilton terminando em segundo lugar.
"Claro que estou feliz pela equipe. É uma corrida muito especial para nós. Terminar com um pódio em Monza é sensacional. Acho que as coisas estão mudando. Ainda vai demorar um pouco, mas estamos indo no caminho certo. Também acho que temos os melhores torcedores do mundo. Temos muitas corridas pela frente, sabemos que temos um bom carro. Infelizmente ainda não veloz o suficiente para dizer 'nós temos o melhor carro', mas tenho certeza que um dia será."
O finlandês Kimi Raikkonen, companheiro de Vettel na Ferrari, terminou logo atrás do alemão, na quarta colocação, e destacou que a corrida deste domingo superou suas expectativas. Ele afirmou que a escuderia italiana ficou mais próxima da Mercedes do que imaginava.
"Obviamente que temos táticas diferentes, mas acertamos na escolha dos pneus e fomos o mais rápido que podíamos. A quarta colocação não é exatamente o que a gente procurava, mas esse não era o circuito mais fácil para a Ferrari enfrentar a Mercedes. Nas últimas semanas, parece que fomos na direção certa. Agora temos que continuar tentando evoluir dando o nosso máximo. Cada corrida tem uma história diferente, um erro aqui e outro ali dos adversários pode nos dar uma chance, quem sabe?", comentou Raikkonen.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia