Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de setembro de 2016. Atualizado às 23h15.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

eliminatórias da copa

01/09/2016 - 23h14min. Alterada em 01/09 às 23h16min

Paraguai derrota Chile em casa, mas segue fora da zona de classificação

A seleção do Paraguai "carimbou" a faixa de campeão do Chile nesta quinta-feira e reagiu nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo. Jogando em casa, no Defensores Del Chaco, em Assunção, a equipe paraguaia venceu o campeão da Copa América Centenário por 2 a 1 e ganhou uma posição na tabela.
Com 12 pontos, o Paraguai subiu do 7º para o 6º lugar, mas segue fora da zona de classificação à Copa do Mundo de 2018. Já o Chile, com 10, despencou da 4ª para a 7ª posição. Somente os quatro primeiros colocados entram direto no Mundial - o quinto disputa repescagem.
Paraguai e Chile fizeram um duelo franco desde o início, nesta noite. Tanto que aos 5 minutos cada seleção já tinha chegado ao ataque com perigo. O time da casa, porém, foi mais feliz em sua primeira investida. Óscar Romero, irmão de Angel Romero, do Corinthians, acertou forte chute quase da intermediária e anotou belo gol, aos 5.
Empurrado pela torcida, o Paraguai não parecia enfrentar o campeão das últimas duas edições da Copa América. E se mandava para o ataque sem temor. Foi assim que, logo em sua segunda investida ofensiva, chegou ao segundo gol. Após cobrança de escanteio, Paulo da Silva escorou de cabeça na pequena área e ampliou o placar.
A reação chilena só veio aos 24, em disparada pela direita e cruzamento para Vargas acertar incrível bicicleta na área. Diego Barreto fez uma defesa ainda mais bonita e salvou o Paraguai. O goleiro, porém, não evitou o empate, aos 35. Vidal escorou cobrança de falta na área e mandou para as redes.
O fôlego paraguaio que parecia acabar nos instantes finais da etapa inicial voltou com tudo no início do segundo tempo. Buscando o terceiro gol, o time da casa criou três chances em sequência antes dos cinco minutos do segundo tempo.
Mais preocupado em se defender do que em atacar, o Chile se fechava bem e abdicava da busca pelo empate. Na melhor chance dos visitantes na etapa final, Alexis Sanchez fez fila da intermediária até entrar na área, mas tabelou em posição irregular, e teve seu belo gol anulado pela arbitragem, aos 20.
O Chile até cercava o Paraguai, mas cometia muitos erros de passe. Nervoso em campo, cedia brechas para o contra-ataque anfitrião. Nos instantes finais, o nervosismo do time chileno custou a expulsão de Medel após reclamar com o juiz, impedindo qualquer reação do Chile nos acréscimos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia