Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de setembro de 2016. Atualizado às 18h45.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

futebol

Alterada em 01/09 às 18h46min

No primeiro amistoso pós-Euro; França bate a Itália; Espanha ganha da Bélgica

Pouco menos de dois meses depois de passarem por frustrações na Eurocopa, Itália e França entraram em campo nesta quinta-feira pela primeira vez desde a competição continental. Na cidade italiana de Bari, quem conseguiu um alento à derrota na final em casa para a seleção de Portugal foram os franceses, que venceram o amistoso por 3 a 1.
O grande atrativo desta partida foi a estreia do "árbitro de vídeo", autorizado pela Fifa de forma experimental, mas ele passou em branco nos testes de utilização por profissionais que usariam o vídeo em lances polêmicos.
Em campo, a França mostrou superioridade por já ter uma base montada - a mesma que ficou com o vice na Eurocopa. A Itália, que ficou nas quartas de final com a derrota nos pênaltis para a Alemanha, contou nesta quinta-feira com a estreia do técnico Giampiero Ventura, substituto de Antonio Conte - agora no comando do Chelsea.
Os italianos, com um elenco mudado em relação à Eurocopa, teve outra estreia. No segundo tempo, Donnarumma, goleiro do Milan de apenas 17 anos, entrou no lugar do veterano Gianlucca Buffon, de 38, quando a partida já estava 2 a 1 para os franceses - gols de Martial e Giroud para os visitantes e Pelle para os donos da casa. Kurzawa fez o terceiro da França na etapa final.
Agora, as duas seleções voltam a campo pelas Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018, que será na Rússia. Na estreia, a Itália enfrenta Israel, fora de casa, nesta segunda-feira, às 15h45 (de Brasília). No dia seguinte, no mesmo horário, a França visita a Bielo-Rússia.
ESPANHA - Outro amistoso de destaque nesta quinta-feira aconteceu em Bruxelas. Bélgica e Espanha estrearam seus treinadores e quem se deu melhor foram os espanhóis, que venceram por 2 a 0. Foi a vitória de Julen Lopetegui no comando da seleção campeã mundial de 2010. Por coincidência, os belgas estão agora com um espanhol como treinador: Roberto Martínez.
O meia David Silva, do Manchester City, foi o autor dos dois gols da Espanha. Em ambos, contou com a ajuda de Vitolo, meia do Sevilla. No primeiro, aos 33 minutos do primeiro tempo, arrancou pela direita e cruzou. A bola vinha na direção de Koke, mas Diego Costa entrou no meio da jogada e rolou para David Silva bater com precisão para abrir o placar.
Aos 17 minutos da segunda etapa, Vitolo veio novamente pela direita e foi derrubado pelo lateral-direito Jordan Lukaku, irmão mais novo do atacante Romeru Lukaku. Pênalti cobrado com categoria por David Silva, que ampliou e deu números finais ao placar.
Agora, as duas seleções farão suas estreias nas Eliminatórias da Copa de 2018. A Espanha entra em campo em casa nesta segunda-feira, às 15h45, diante de Lichtenstein. A Bélgica enfrenta o Chipre, tambpem como visitante, na terça.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia