Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de setembro de 2016. Atualizado às 23h48.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 22/09/2016. Alterada em 21/09 às 21h28min

Ibovespa sobe 1,14% com decisão do Fed sobre juros

A esperada decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) trouxe forte movimentação à Bovespa, que enfrentou instabilidade ao longo do dia de ontem, mas acabou por acompanhar o desempenho positivo das bolsas americanas. O Índice Bovespa fechou em alta de 1,14%, aos 58.393 pontos, refletindo a percepção majoritária de que o Fed adotará uma postura de gradualismo quando reiniciar os aumentos de juros nos EUA.
A manutenção dos juros básicos da economia americana, entre 0,25% e 0,50%, já era esperada, o que, por si só, já teve impacto inicial positivo nas bolsas de Nova Iorque. Mas a redução das previsões para o PIB e para a inflação deste ano foi interpretada como indicadores de cautela, descartando as chances de um aperto monetário mais agressivo. Com isso, as apostas do mercado de aumento nos juros dos EUA em dezembro recuaram fortemente após o desfecho da reunião do Fed, de 61,5% para 55,3%.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia