Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de setembro de 2016. Atualizado às 11h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bovespa e Nova Iorque avançam com petróleo e de olho no Federal Reserve

A Bovespa abriu em alta na manhã desta segunda-feira (19), acompanhando o bom humor dos mercados acionários em Wall Street e na Europa e amparada também pela recuperação dos preços do petróleo no exterior. Às 10h35min, o Ibovespa subia 1,31%, aos 57.824,65 pontos, em dia de vencimento de opções sobre ações.

Em Nova Iorque, o Dow Jones, o S&P 500 e o Nasdaq subiam 0,37%, 0,35% e 0,38%, respectivamente. As bolsas são impulsionadas principalmente pelas grandes petrolíferas, com os contratos futuros de petróleo em alta de mais de 1,0% após notícia de que conflitos militares na Líbia afetaram as exportações locais da commodity no fim de semana.

As decisões de política monetária do Federal Reserve (o banco central norte-americano) e do Banco do Japão (BoJ), ambas na quarta-feira, seguem no foco dos mercados e devem continuar promovendo ajustes nos ativos até que sejam conhecidas.

Pelo menos nesta segunda-feira há um crescente consenso de que o banco central norte-americano não elevará os juros agora. Contratos futuros negociados no CME Group indicam que são muito reduzidas as chances da retomada do aperto monetário nesta semana, com maior probabilidade de uma alta dos juros na reunião de dezembro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia