Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de setembro de 2016. Atualizado às 17h43.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

16/09/2016 - 17h37min. Alterada em 16/09 às 17h43min

Ouro fecha em queda pressionado pelo fortalecimento do dólar

O preço do ouro atingiu o menor patamar em duas semanas, nesta sexta-feira (16) pressionado pelo fortalecimento do dólar, que ganhou impulso com o aumento das expectativas de aperto monetário pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos).
O ouro para dezembro negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex) recuou 0,59%, a US$ 1.310,2 por onça-troy, no segundo dia consecutivo de perdas. Os preços fecharam no menor nível desde 2 de setembro.
Hoje o dólar avançou diante dos seus principais rivais, apoiado pelo aumento da perspectiva de uma elevação de juros pelo BC americano ainda este ano. Os investidores levaram em conta o indicador de inflação ao consumidor, que superou as expectativas do mercado, avançando 0,2% em agosto ante julho, de acordo com dados divulgados hoje.
O dólar forte tende a atingir os preços do ouro, uma vez que o metal é negociado na moeda americana e fica mais caros para investidores de outros países. Fonte: Dow Jones Newswires
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia