Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de setembro de 2016. Atualizado às 23h59.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Notícia da edição impressa de 15/09/2016. Alterada em 15/09 às 00h03min

Há concessões paradas devido a regras irrealistas, diz Bndes

A presidente do Bndes, Maria Silvia Marques, afirmou que, diante da crise fiscal enfrentada pelo País, não é possível fazer concessões consistentes apenas com recursos públicos. Ao comentar o lançamento do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), lançado na terça-feira pelo governo federal, a executiva frisou que o Bndes trabalhará junto com o setor privado para viabilizar as novas concessões.
"Temos concessões paradas devido a regras irrealistas e funding que não foi estabelecido na largada", afirmou sobre os programas de concessão realizados no governo Dilma. Maria Silvia destacou que preferencialmente os financiamentos aos projetos serão feitos via emissão de debêntures, mas que não será possível financiar 80% com esses títulos de dívida na largada. Diante disso, o Bndes e a Caixa se propõem a entrar com 50% cada um no financiamento das debêntures para, mais tarde, repassá-las ao setor privado.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia