Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de setembro de 2016. Atualizado às 20h03.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

negócios corporativos

Alterada em 05/09 às 20h07min

Ultrapar confirma participação em processo competitivo para comprar a Liquigás

Em ofício enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Ultrapar confirmou nesta segunda-feira, 5, que está participando do processo competitivo para aquisição da Liquigás, que foi estabelecido pela Petrobras. O questionamento da CVM foi motivado por reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo", publicada na última sexta-feira (2).
A Ultrapar informa que participa do processo juntamente com sua subsidiária Companhia Ultragaz, e que ainda não há uma decisão final sobre a venda da Liquigás pela Petrobras.
Segundo as informações apuradas pelo jornal com fontes próximas à operação, a Petrobras já recebeu propostas para a compra da Liquigás. A estatal terá cerca de 60 dias para avaliar essas ofertas, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.
Fontes afirmaram que os principais concorrentes da companhia de botijão de gás - Ultra, dono da rede de postos de combustíveis Ipiranga e da Ultragaz, líder no setor; o grupo Edson Queiroz (dono da Nacional Gás); e a Copagaz, do empresário Ueze Zahran - estão no páreo. A turca Aygaz, que ainda não possui investimentos no País, e a Supergasbras (SHV), terceira no ranking, correriam por fora. O Itaú BBA está assessorando a operação.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia