Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de setembro de 2016. Atualizado às 17h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 02/09 às 17h21min

Em Nova Iorque, ouro fecha em alta com dado pior do que o esperado do payroll

Os contratos futuros de ouro fecharam em alta nesta sexta-feira (2) no maior patamar em uma semana, após o relatório de emprego dos Estados Unidos (payroll) mostrar que os postos de trabalho em agosto cresceram menos do que o esperado, o que diminui o caso para uma alta na taxa de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) nos próximos meses.
O contrato para dezembro, negociado na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), subiu 0,72%, a US$ 1.326,70 por onça-troy.
Os Estados Unidos geraram 151 mil empregos em agosto nos Estados Unidos, informou nesta sexta-feira o Departamento do Trabalho. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam crescimento maior, de 180 mil postos. A taxa de emprego seguiu em 4,9% em agosto, quando analistas previam queda para 4,8%.
O dado "provavelmente põe em dúvida que o Fed irá tomar uma medida em setembro", disse Ira Epstein, estrategista do Linn Group. "Esse número não deu a eles o apoio de que precisavam", comentou. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia