Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de setembro de 2016. Atualizado às 17h38.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

indústria automotiva

Alterada em 01/09 às 17h40min

Venda de veículos sobe 1,37% em agosto, a 4ª alta mensal seguida, diz Fenabrave

A venda de veículos novos registrou em agosto a quarta alta consecutiva em relação ao resultado do mês anterior. Os emplacamentos somaram 183.901 unidades no mês, expansão de 1,37% ante o volume de julho, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 1º de setembro, pela Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).
Já em relação a agosto de 2015, houve recuo de 11,26%. A queda, no entanto, é a menos intensa de 2016 nas comparações com iguais meses do ano anterior. Em julho, por exemplo, havia sido de 20%. A mais acentuada foi observada em janeiro: 39%.
Com isso, o mercado reduziu a retração acumulada no ano. Até agosto, foram 1,348 milhão de unidades vendidas, recuo de 23,09% sobre o volume acumulado em igual período do ano passado. De janeiro a julho, a contração havia sido de 24,6%. Até junho, havia sido de 25,4%.
Apesar das melhoras nos indicadores, o mercado enfrenta em agosto uma piora na média diária de vendas. O ritmo de agosto, que contou com 23 dias úteis, ficou em 7.995 unidades vendidas por dia, abaixo da média de julho, de 8.639 unidades, mas acima do resultado de junho, de 7.808 unidades.
Os segmentos de automóveis e comerciais leves, que ocupam a maior fatia do mercado, alcançaram 178.103 unidades vendidas em agosto, crescimento de 1,9% em relação a julho, mas baixa de 10,87% ante agosto de 2015. No acumulado do ano, houve retração de 22,8%.
Entre os caminhões, a venda atingiu 4.385 unidades em agosto, tombo de 6,34% em relação ao mês anterior e queda de 24,7% sobre agosto do ano passado. No acumulado do ano, a queda foi de 30,63%. No caso dos ônibus, foram 1.413 unidades vendidas, baixa de 27,46% em comparação com julho e recuo de 11,13% em relação a agosto de 2015. O recuo de janeiro a agosto é de 30,31%.
A expectativa da Fenabrave para o ano inteiro, considerando todos os segmentos, é de queda de 18,2% em relação a 2015, para 2.009.889 unidades. No ano passado, as vendas alcançaram 2.569.014 de unidades.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia