Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de setembro de 2016. Atualizado às 18h48.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Responsabilidade Social

Notícia da edição impressa de 19/09/2016. Alterada em 16/09 às 19h04min

Transformando lixo em arte

Mãos habilidosas criam designs diferenciados com matéria-prima que seria descartada

Mãos habilidosas criam designs diferenciados com matéria-prima que seria descartada


FREDY VIEIRA/JC
Maria Eugenia Bofill
Se as mobilizações natalinas se iniciam em meados de novembro para a maioria das pessoas, na Cooperativa Casulo, em Canoas, as movimentações já começam em janeiro. Toda a decoração natalina da cidade é feita pelas 19 mulheres e um homem que trabalham na cooperativa no decorrer do ano. A outra peculiaridade da Casulo está no material do cenário: é todo produzido com garrafas pet. No Natal do ano passado, foram recicladas 350 mil garrafas plásticas; só na árvore de 13 metros foram 64 mil.
O projeto se iniciou em 2009, como uma iniciativa da Secretaria Municipal de Projetos Especiais, Captação e Inovação. A secretária, Thais Pena, afirma que, antes disso, a decoração de Natal da cidade era muito escassa, então passaram a pensar em uma decoração natalina, porém que não fosse apenas isso, mas que unisse a decoração com um projeto social e de qualificação profissional. A partir de uma parceria com uma designer paulista, surgiu o Natal da Transformação. "De lá para cá, viemos construindo um novo Natal. O mais importante de um projeto é que a população reconheça como seu, e isso fomos conquistando ao longo dos anos", ressalta Thais.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia