Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de agosto de 2016. Atualizado às 10h02.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Crise Política

29/08/2016 - 09h51min. Alterada em 29/08 às 10h02min

Começa a sessão de depoimento de Dilma no Senado. Acompanhe ao vivo

Começou nesta segunda-feira (29), pouco após às 9h40min, a sessão de depoimento da presidente afastada Dilma Rousseff como ré no processo de impeachment no Senado Federal.
A presidente entrou no plenário do Senado acompanhada do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), do seu advogado José Eduardo Cardozo e de senadores aliados. Não houve manifestações contra ou a favor por parte dos senadores.  
Ao chegar ao plenário, Dilma cumprimentou o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que preside a sessão de julgamento do impeachment. Ela errou a cadeira que iria sentar. Tentou sentar-se à direita de Lewandowski, quando a cadeira reservada a ela é à esquerda.
Dilma terá 30 minutos para fazer uma exposição inicial, tempo que pode ser prorrogado. Em seguida, os senadores terão cinco minutos para fazer suas perguntas. A presidente não tem um tempo delimitado para as respostas.
A sessão está sendo transmitida ao vivo pela TV Senado:
Com reportagem do Estadão Conteúdo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia