Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de agosto de 2016. Atualizado às 00h36.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Assembleia Legislativa

Notícia da edição impressa de 11/08/2016. Alterada em 10/08 às 23h50min

Ibsen recua e decide permanecer no Parlamento e presidência do PMDB

Peemedebista vai conciliar as atividades com o Internacional

Peemedebista vai conciliar as atividades com o Internacional


MARCO QUINTANA/JC
Depois de cogitar se licenciar da Assembleia Legislativa para se dedicar integralmente ao cargo de assessor de futebol na comissão técnica do Sport Club Internacional, o deputado estadual Ibsen Pinheiro (PMDB) voltou atrás e decidiu conciliar as duas atividades. Além disso, afirmou que deve continuar na presidência estadual do PMDB.
"A bancada (do PMDB) não concordou (com a licença), os aliados não concordaram, até os adversários não concordaram. Então vou conciliar as duas tarefas, tendo a Assembleia como principal atividade", declarou Ibsen.
Quanto à presidência do diretório estadual do PMDB, o parlamentar disse que continua, porque, "como as decisões do partido são convencionais, não dão muito trabalho".
A decisão de desempenhar os dois cargos teria sido tomada depois da constatação de que, em caso de licença, a vaga no Legislativo ficaria ociosa, não sendo ocupada pelo suplente subsequente. Assim, para se dedicar integralmente ao Internacional, Ibsen teria que renunciar à cadeira na Assembleia.
Ibsen se elegeu como terceiro suplente na bancada do PMDB. Ocupou a cadeira de Fábio Branco (PMDB), que, no início do governo, assumiu a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SCT).
Na época, o primeiro e o segundo suplentes, respectivamente os peemedebistas Juvir Costella e Maria Helena Sartori, não ocuparam a vaga de Branco, porque o primeiro foi nomeado para a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, e a segunda para o Gabinete de Políticas Sociais. Ibsen fez 26.532 votos em 2014.
A quarta suplente é a presidente da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (Fepps), Neusa Kempfer, e a quinta, Gabriela Markus.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia