Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 22 de agosto de 2016. Atualizado às 23h05.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Argentina

Notícia da edição impressa de 23/08/2016. Alterada em 22/08 às 22h51min

Cristina ocultou US$ 492 mi em transferências

Durante o kirchnerismo (2003-2015), US$ 492 milhões foram enviados ao exterior em movimentações suspeitas por empresas e pessoas próximas aos ex-presidentes Néstor e Cristina Kirchner. A informação é do programa "Periodismo Para Todos" (Jornalismo Para Todos), responsável pelas principais denúncias de corrupção dos governos Kirchner e veiculado por um canal de TV do grupo Clarín.
A denúncia do programa foi feita com base em documentos que sete bancos internacionais enviaram à Justiça norte-americana. Segundo Jorge Lanata, apresentador do programa, a procuradora do Tesouro Nacional durante a gestão de Cristina, Evangelina Abbona, tentou destruir os papéis, que acabaram sendo encontrados e repassados ao jornalista.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia