Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 09 de agosto de 2016. Atualizado às 00h18.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 09/08/2016. Alterada em 08/08 às 21h51min

Trump apresenta plano econômico

Magnata prometeu reduzir de 35% para 15% a alíquota sobre o lucro de pessoas físicas

Magnata prometeu reduzir de 35% para 15% a alíquota sobre o lucro de pessoas físicas


BILL PUGLIANO/AFP/JC
Em um discurso interrompido 12 vezes por protestos, Donald Trump apresentou ontem um plano econômico nacionalista, que também prevê uma das maiores reduções de impostos das últimas décadas e extensa eliminação de regulações. "Americanismo, não globalismo, será o novo credo", afirmou o candidato republicano em discurso em Detroit.
Trump atacou acordos comerciais e prometeu uma postura mais agressiva em relação à China, caso seja eleito presidente. O bilionário de Nova Iorque disse que rejeitará o Tratado da Parceria Transpacífico (TPP) e renegociará os termos do acordo comercial que reúne EUA, Canadá e México (Nafta) desde 1994. O país abandonará o tratado se não conseguir novos termos, afirmou o magnata.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia