Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de agosto de 2016. Atualizado às 21h49.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

03/08/2016 - 21h51min. Alterada em 03/08 às 21h51min

Funcionário do metrô de Washington é preso por tentar ajudar Estado Islâmico

Um funcionário de longa data do sistema de Metrô de Washington, nos Estados Unidos, foi preso sob a acusação de ter tentado ajudar o Estado Islâmico a se comunicar com recrutas. Essa foi primeira vez que um oficial de segurança norte-americano foi preso por apoiar o terrorismo, de acordo com autoridades.
Nicholas Young, de 36 anos, que é funcionário da segurança do metrô desde 2003, foi preso pelo Escritório Nacional de Investigação (FBI, na sigla em inglês) como parte de uma operação em que ele pensava que estava ajudando um grupo terrorista, mas na verdade estava se comunicando com um policial disfarçado.
Young deve comparecer em um tribunal em Alexandria, sob a acusação de tentar fornecer apoio material ao Estado Islâmico.
De acordo com documentos judiciais, Young enviou 22 cartões com créditos no valor de US$ 245 em mensagens de celular para alguém que ele pensava ser um militante do Estafo Islâmico.
Autoridades disseram, no entanto, que Young não estava planejando nenhum ato de violência contra o sistema de metrô. Fonte: Dow Jones Newswires.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia