Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de agosto de 2016. Atualizado às 17h41.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

gente

Alterada em 29/08 às 17h44min

Morre Gene Wilder, o Willy Wonka de A Fantástica Fábrica de Chocolate

Gene Wilder, famoso pelo papel de Willy Wonka, morreu aos 83 anos

Gene Wilder, famoso pelo papel de Willy Wonka, morreu aos 83 anos


PARAMOUNT/DIVULGAÇÃO/JC
Folhapress
Gene Wilder, ator conhecido pelo papel de Willy Wonka na primeira versão de A Fantástica Fábrica de Chocolate, longa de 1971, morreu aos 83 anos, segundo informações de sua família à agência de notícias Associated Press nesta segunda (29). A causa da morte não foi divulgada.
Wilder -cujo nome real era Jerome Silberman- nasceu na cidade de Milwaukee, no Estado norte-americano de Wisconsin, em 11 de junho de 1933. Começou a atuar nos teatros, e estreou na TV em 1962, com a série Armstrong Circle Theatre.
Foi figurante no clássico Bonnie e Clyde, de 1967 - longa em que interpretava um refém -, e ganhou reconhecimento como Leopold Bloom na comédia Primavera para Hitler, que Mel Brooks lançou em 1968, rendendo a ele uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante em 1969. Wilder se tornaria, aliás, figura recorrente na filmografia de Brooks, com quem também filmou O Jovem Frankenstein, de 1974.
Esta última produção acabou rendendo a Wilder sua segunda indicação ao Oscar, desta vez na categoria de melhor roteiro adaptado.
Além das nomeações da Academia, Wilder recebeu duas indicações ao Globo de Ouro, pelos papéis em A Fantástica Fábrica de Chocolate, de 1971, e O Expresso de Chicago, de 1976. Em 2003, ganhou um Emmy pela participação na série Will & Grace.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia