Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 21 de agosto de 2016. Atualizado às 16h55.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

rio-2016

Alterada em 21/08 às 16h58min

Dinamarca conquista ouro inédito no handebol masculino

Seleção da Dinamarca se diferenciou e venceu a bicampeã olímpica França

Seleção da Dinamarca se diferenciou e venceu a bicampeã olímpica França


FRANCK FIFE/AFP/JC
Em uma partida equilibrada, a equipe de handebol masculina da Dinamarca se diferenciou e venceu a bicampeã olímpica França por 28x25, conquistando a primeira medalha olímpica na modalidade.
Além da pressão da invencibilidade, a seleção francesa manteve o  comando do placar na primeira parte do primeiro tempo com a marcante participação do goleiro Thierry Omeyer, dono do título de melhor jogador do mundo de 2008. Thierry conseguiu para muitos dos arremessos de longe dos dinamarqueses.
Ainda assim, não foi suficiente. O placar a favor da Dinamarca foi cravado a partir do fim do primeiro tempo, depois que o dinamarques Mikkel Hansen - artilheiro da partida com sete gols nesta fase do jogo e muito marcado pelo adversário - conseguiu empatar em 14 a 14. Em seguida, a Dinamarca abriu vantagem e terminou com 16 a 14.
O segundo tempo, iniciado com a vibração da torcida brasileira, que soube da vitória da seleção masculina de vôlei, também seguiu equilibrado. Pouco depois dos 15 minutos de jogo, a Dinamarca abriu ainda mais a vantagem, chegando a 24x20.
Quando a diferença no placar alcançou cinco pontos, o técnico da França pediu tempo para tentar realinhar o time. Surtiu efeito. A vantagem chegou a ser reduzida, mas a seleção dinamarquesa recuperou rapidamente a dianteira e, a menos de um minuto do fm do jogo, conquistou a medalha inédita
A seleção francesa ficou com a medalha de prata e a alemã com o bronze, depois de vencer a Polônia por 31 a 25. Nas semifinais, a Dinamarca venceu a Polônia por 29x28 e, com o mesmo placar, os franceses superaram a equipe da Alemanha.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia