Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 21 de agosto de 2016. Atualizado às 15h10.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

rio-2016

21/08/2016 - 14h07min. Alterada em 21/08 às 15h16min

China vence a Sérvia e leva o ouro no vôlei feminino; EUA ficam com o bronze

Agência Brasil
Quando derrotou o Brasil nas quartas de final do vôlei de quadra feminino, a seleção da China mostrou que entrou na competição olímpica pronta para ganhar a medalha de ouro. Foi o que aconteceu ontem (20), quando as chinesas derrotaram a surpreendente equipe da Sérvia por três sets a um.
As sérvias, no entanto, não entregaram um jogo fácil para as chinesas. Embora estivesse em sua primeira disputa de uma final olímpica nessa modalidade, a seleção sérvia entrou confiante, após derrotar potências como Rússia e Estados Unidos, e ganhou o primeiro set por 25 a 19.
Mas, assim como no jogo que tirou o Brasil da competição, as chinesas não se abalaram com a derrota inicial e viraram a partida, fechando os três sets seguintes com parciais de 25 a 17, 25 a 22 e 25 a 23.
O grande destaque foi a ponteira chinesa Ting Zhu, que marcou 25 pontos na partida, o equivalente a fechar um set sozinha. Ela também foi a maior pontuadora do torneio de vôlei nesta Olimpíada, marcando 179 pontos - média de 22 por partida.
Bronze
Vencidos pela Sérvia na semifinal, os Estados Unidos disputaram e ganharam, também ontem, a medalha de bronze. O time americano venceu os Países Baixos por três sets a um, com parciais de 25 a 23, 27 a 25 (para os Países Baixos), 25 a 22 e 25 a 19.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia