Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 21 de agosto de 2016. Atualizado às 13h40.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 21/08 às 13h42min

Grêmio perde para o Flamengo e sai do G-4 no Brasileirão

O Grêmio não conseguiu vencer o Flamengo, em partida disputada neste domingo (22) no Mané Garrincha, em Brasília, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em sua primeira partida pelo Flamengo, o meia Diego mostrou serviço, jogou bem e marcou um dos gols da vitória por 2 a 1 sobre o time do técnico Roger.
Com o resultado, a equipe carioca chega aos 37 pontos e vai fechar o domingo dentro do G4. Para o Grêmio, a derrota custou a saída do seleto grupo que se classifica para a próxima edição da Libertadores, pois permaneceu com 35 pontos.
Valendo uma vaga no G4, o duelo deste domingo mostrou que o Flamengo não quer se afastar da elite do campeonato. Com uma atuação segura, com brilho de Leandro Damião, o time carioca pressionou o adversário desde o início e conseguiu vencer e convencer.
Em sua estreia, o meia Diego foi bem, jogou 80 minutos e ajudou na qualidade do toque de bola e na criação de jogadas. Everton também esteve muito bem. O Grêmio não conseguiu impor seu ritmo de jogo e encaixou poucos lances de perigo. O goleiro Marcelo Grohe foi muito bem e evitou um placar mais elástico.
As equipes voltam a campo para a próxima rodada da competição no domingo, às 16 horas. O Flamengo enfrenta a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó, e o Grêmio recebe o Atlético Mineiro, na Arena Grêmio.
O Flamengo começou melhor e marcando muito o adversário, que não conseguia armar jogadas ofensivas. Aos dez minutos, Pará recebeu de Leandro Damião na entrada da área, viu Marcelo Grohe avançado e tentou encobri-lo. A bola bateu no travessão antes de sair. Três minutos depois, Everton roubou a bola da defesa gremista, passou para Diego, que lançou Damião. O atacante chutou forte e acertou as redes pelo lado de fora.
O Grêmio tentou ensaiar uma pressão a partir de um bom de chute de Wallace Oliveira de fora da área, mas o time carioca estava melhor. Aos 24, a bola foi cruzada na área e sobrou para Leandro Damião pelo alto, que emendou uma bicicleta. Marcelo Grohe fez grande defesa. No minuto seguinte, escanteio foi cobrado na área e Rafael Vaz acertou um lindo voleio, que passou muito perto do gol. Na sequência, Cuellar chutou forte de fora da área e obrigou Marcelo Grohe a fazer nova excelente defesa.
Na cobrança do escanteio, Réver tentou um voleio, que bateu na mão de Geromel. Na sequência do lance, Damião ainda acertou uma bicicleta, mas o árbitro Raphael Claus já havia marcado pênalti. O centroavante cobrou e abriu o placar. Foi seu primeiro gol com a camisa rubro-negra.
Em vantagem, o Flamengo começou a administrar o resultado. Damião seguiu dando trabalho. Aos 43, deixou Everton frente à frente com Marcelo Grohe. O goleiro saiu bem e evitou um placar mais elástico.
Na volta do intervalo, o Grêmio tentou pressionar o time carioca, que parecia cansado. A pressão, porém, durou pouco tempo e o Flamengo mudou alguns jogadores para melhorar seu ritmo. Diego foi mantido em campo e passou a armar os contra-ataques do time. Aos 24, ele iniciou um contragolpe e lançou Felipe Vizeu, que achou Pará. O lateral cruzou na medida para Diego, livre na área, marcar de cabeça o segundo gol do Flamengo.
O time de Porto Alegre não se entregou e, em um lance de oportunismo na área, a bola sobrou para Henrique Almeida que completou para o fundo das redes e diminuiu. O gol animou o Grêmio, mas o time carioca começou a segurar a bola até o final do jogo e sair vitorioso.
Flamengo 2 x 1 Grêmio
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Cuellar e Diego (Mancuello); Gabriel (Alan Patrick), Everton e Leandro Damião (Felipe Vizeu). Técnico: Zé Ricardo.
Marcelo Grohe; Wallace Oliveira (Lincoln), Pedro Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Maicon, Ramiro e Douglas; Pedro Rocha, Everton (Guilherme) e Miller Bolaños (Henrique Almeida). Técnico: Roger Machado.
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia