Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de agosto de 2016. Atualizado às 20h39.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

08/08/2016 - 20h35min. Alterada em 08/08 às 20h42min

Após ser demitido, Falcão agradece torcedores e alfineta diretoria do Inter

Em raro momento de descontrole, Falcão foi expulso este domingo no último jogo comandando o Inter

Em raro momento de descontrole, Falcão foi expulso este domingo no último jogo comandando o Inter


MARCO QUINTANA/JC
Demitido do Internacional após cinco jogos no comando, o técnico Paulo Roberto Falcão emitiu um comunicado nesta segunda-feira. O ídolo do clube agradeceu ao apoio dos torcedores e aproveitou para criticar veladamente a diretoria.
"Ao encerrar minha curta passagem pelo comando técnico do Internacional neste ano de 2016, faço questão de me dirigir ao torcedor colorado para agradecer o apoio que vem dando ao clube neste momento de instabilidade e, em particular, pelo carinho que me dispensou durante os 26 dias de trabalho", comentou.
Anunciado como novo treinador no dia 12 de julho, Falcão assinou contrato até junho de 2017. Ele assumiu a equipe após a demissão de Argel Fucks. Em cinco partidas no comando do time, foram três derrotas e dois empates. Como justificativa pelo mau desempenho, além do pouco tempo para trabalhar, o treinador reclamou de a diretoria não ter atendido aos pedidos por novas contratações.
"Foi pouco tempo. Tive a oportunidade de ministrar apenas nove treinos táticos. Tivemos muitos desfalques e não chegamos a receber os reforços solicitados. Além disso, enfrentamos um calendário cruel. Mas não faltou esforço por parte dos jogadores, nem empenho da comissão técnica."
A demissão aconteceu um dia após o empate com o Fluminense, por 2 a 2, em Porto Alegre. O resultado deixou o Internacional na 13ª colocação com 22 pontos, apenas dois acima da zona de rebaixamento. A equipe não vence há 11 partidas.
Essa foi a terceira passagem de Falcão pelo clube como treinador. A primeira foi em 1993 e a outra em 2011, quando conquistou o Campeonato Gaúcho. "A todos agradeço, certo de que plantamos as sementes que haverão de resultar num melhor momento para o Internacional", finalizou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia