Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de agosto de 2016. Atualizado às 01h09.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Rio 2016

Notícia da edição impressa de 08/08/2016. Alterada em 07/08 às 23h39min

Ginástica masculina está na final por equipes

Nas participações individuais, Arthur Zanetti representará o Brasil na competição de argolas

Nas participações individuais, Arthur Zanetti representará o Brasil na competição de argolas


BEN STANSALL/AFP/JC
A ginástica brasileira conquistou um feito histórico no primeiro fim de semana dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Arthur Zanetti, Diego Hypólito, Sérgio Sasaki, Francisco Barreto e Arthur Nory classificaram o País pela primeira vez para a final olímpica da ginástica artística masculina por equipes. O feito é ainda mais histórico por tratar-se da primeira vez em que os brasileiros classificam uma equipe completa para os Jogos - antes do Rio, o País havia disputado Olimpíadas apenas em provas individuais.
A classificação dos atletas brasileiros veio por antecipação. Ao fim da primeira rotação das equipes, o Brasil já estava em segundo lugar, atrás somente do Japão. No final, a equipe brasileira terminou em sexto, mais do que suficiente para avançar às finais. Outro recorde foi quebrado nas participações individuais, com o Brasil garantindo vaga em seis: Arthur Nory (individual e solo), Arthur Zanetti (argolas), Diego Hypolito (solo), Francisco Barreto Jr. (barra fixa) e Sérgio Sasaki (individual geral).
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia