Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 06 de agosto de 2016. Atualizado às 13h15.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

05/08/2016 - 15h35min. Alterada em 05/08 às 15h35min

Falcão elogia atuação e reclama de arbitragem após derrota do Inter

Apesar da derrota de virada para o Cruzeiro, na noite desta quinta-feira, por 4 a 2, em Belo Horizonte, e da décima partida consecutiva sem vencer de sua equipe no Campeonato Brasileiro, o técnico Falcão aprovou a atuação do Internacional.
Para o treinador, um dos culpados pela derrota foi a arbitragem, que não teria marcado um pênalti do zagueiro Manoel sobre o meia Alex. "No segundo tempo, tivemos o domínio do jogo. Mas não foi marcado um pênalti escandaloso sobre o Alex. Se faz o terceiro ali, com a dificuldade que o Cruzeiro vive, a gente poderia ter empatado o jogo", enfatizou.
Embora tenha reforçado às críticas ao árbitro Raphael Claus, o treinador fez questão de ponderar que o juiz não foi totalmente determinante. "Isso (o pênalti não marcado) não explicaria o resultado negativo", admitiu.
Outro ponto decisivo na derrota do Inter, segundo Falcão, foi o próprio Cruzeiro. Para ele, o adversário jogou bem e teve alguns atletas em noite de gala. "O Cruzeiro teve o Sóbis (marcou três gols) e o Ábila (um gol) em estado de graça", disse.
Com a derrota, o Internacional se manteve com 21 pontos e caiu para a 14ª colocação do Brasileirão. Na próxima rodada, enfrenta o Fluminense, domingo, em Porto Alegre.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 05/08/2016 17h26min
A LUTA CONTINUA INTERNACIONAL !!!nnSer torcedor não significa que temos que sentir a mesma dor da derrota do presidente que fica no seu camarote, treinador e jogadores que estavam lá dentro do campo tentando dar o seu melhor.nnO que importa para nós é que somos fortes e vamos seguir em frente junto com o nosso time do coração, por que sabemos que todos os jogadores são seres humanos e que o time vai crescer na tabela de classificação.nnTomara que os jogadores possam assimilar os seus erros como ensinamentos e rumar para novas vitórias, tendo em vista que jogador de futebol vive em outro mundo, e estamos sempre conectados a eles porque somos apaixonados por FUTEBOL.nnDomingo contra o Fluminense encerrando o primeiro turno do BRASILEIRÃO, o Internacional deverá voltar a vencer, retomar a caminhada para o segundo turno, e ter até o fim, MUITO mais êxito através de um futebol vencedor.nnA LUTA CONTINUA INTERNACIONAL !!!nnAbs. Dorian Bueno - Google +, POA, 05.08.2016nn