Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 30 de agosto de 2016. Atualizado às 11h00.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bovespa define viés de alta após abertura positiva em Nova Iorque

Depois de uma abertura instável, a Bovespa firmou tendência de alta nesta terça-feira (30), favorecida pelo avanço dos índices das bolsas de Nova Iorque. Às 10h40min, o Ibovespa subia 0,26%, aos 58.765,49 pontos, na máxima, enquanto em Wall Street o Dow Jones avançava 0,04%, o S&P 500 tinha ganho de 0,05% e o Nasdaq, valorização de 0,14%.

Por lá, os investidores aguardam dados da confiança dos consumidores, às 11 horas, em busca de pistas sobre como está a atividade econômica no terceiro trimestre. Mais cedo, o vice-presidente do Federal Reserve (o banco central norte-americano), Stanley Fischer, declarou em entrevista que uma alta dos juros vai depender das condições da economia e que o mercado de trabalho está próximo do pleno emprego.

No Brasil, as atenções seguem voltadas ao plenário do Senado, onde ocorre a sessão final do julgamento do impeachment de Dilma Rousseff. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, disse acreditar que a votação deve ficar para a quarta-feira (31).

O ministro afirmou que pretende concluir ainda nesta terça-feira a fase de discursos dos senadores, mas acredita que o tempo não permitirá fazer o julgamento ainda na mesma data. "Se for possível, mas creio que o tempo não permitirá, faríamos o julgamento hoje. Creio que vai ficar para amanhã", acrescentou o presidente do Supremo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia