Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 24 de agosto de 2016. Atualizado às 18h40.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 24/08 às 18h41min

Dólar avança em Nova Iorque ante rivais, com expectativas sobre discurso de Yellen

O dólar avançou diante das principais moedas nesta quarta-feira (24), apoiado por dados econômicos dos Estados Unidos e um aumento das expectativas por uma mensagem "hawkish" da presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Janet Yellen, que discursa na sexta-feira (26).
O dólar subiu para 100,45 ienes, de 100,22 ienes no fim da tarde desta terça-feira, 23 enquanto o euro caiu para US$ 1,1265, de US$ 1,1308 na véspera.
Em julho, as vendas de moradias novas subiram para o maior nível em quase uma década, de acordo com dados do Departamento do Comércio dos EUA divulgados nesta quarta, em um sinal de solidez para o mercado de moradias norte-americano.
Os números fortes aumentaram as expectativas de que Yellen seja mais dura sobre as taxas de juros que o esperado.
Os futuros dos fed-funds, usados para expressar a opinião dos investidores sobre as políticas do Fed, mostraram uma probabilidade de 18% de o BC aumentar os juros básicos na reunião de setembro - uma alta ante os 12% observados no começo do mês, de acordo com o CME Group.
"O discurso de Yellen tem a capacidade de ser um fator de mudança no mercado de câmbio e nos continuamos posicionados para ganhos no dólar", disseram analistas do BNP Paribas em uma nota aos clientes.
A moeda americana também se fortaleceu na comparação com divisas de alguns mercados emergentes que foram atingidos com o recuo do petróleo registrado nesta quarta. O dólar avançou para 65,225 rublos russos e subiu para 14,758 randis sul-africanos.
O ministro das Finanças da África do Sul está envolvido em uma investigação que apura se a autoridade usou o serviço da receita federal estatal para espionar graduados políticos no governista Congresso Nacional Africano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia