Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 23 de agosto de 2016. Atualizado às 11h20.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Em linha com Europa e Nova Iorque, Bovespa retoma nível dos 58 mil pontos

A Bovespa abriu em alta nesta terça-feira (23), e, assim, retomou o patamar dos 58 mil pontos. O movimento está em linha com os índices acionários na Europa e com os mercados futuros em Nova Iorque. Dow Jones e S&P500 também abriram com sinal positivo. Mesmo em mais uma sessão com o petróleo em queda, as ações da Petrobras abriram e seguem em alta.

Na avaliação dos analistas do Bradesco, o mercado doméstico segue atento à agenda política, com foco nos avanços e nos debates relacionados à Comissão Especial sobre o Novo Regime Fiscal (PEC 241/16). Na segunda-feira, a Câmara aprovou três das oito medidas provisórias que trancavam a pauta do plenário, mas não teve apoio suficiente para votar os destaques da renegociação da dívida dos Estados, prioridade para o Planalto.

Os agentes econômicos aguardam a apresentação do presidente do BC, Ilan Goldfajn, em Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Marcada para as 10 horas, a participação do presidente da autoridade monetária ainda não começou.

Às 10h34min, o Ibovespa subia 0,83% aos 58.258,62 pontos. A ON da Petrobras avançava 0,62%, enquanto o contrato para outubro do Brent caía 0,90% e o do WTI, -1,29%. Com a terceira alta consecutiva do minério de ferro na China, as ações da Vale também valorizavam-se (ON +2,72% e PNA +2,31%).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia