Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de agosto de 2016. Atualizado às 18h56.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria automotiva

08/08/2016 - 18h50min. Alterada em 08/08 às 18h56min

Marcopolo registra lucro líquido de R$ 43,3 milhões no segundo trimestre de 2016

A receita das exportações cresceu e alavancou os resultados no período, segundo a empresa

A receita das exportações cresceu e alavancou os resultados no período, segundo a empresa


MARCOPOLO/DIVULGAÇÃO/JC
A Marcopolo registrou lucro líquido de R$ 43,3 milhões no segundo trimestre de 2016, alta de 16,7% ante igual período de 2015. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 46,1 milhões entre abril e junho, uma queda de 6,1% na comparação anual. A margem Ebitda foi de 7,4%, diminuição de 0,3 ponto porcentual ante o segundo trimestre do ano passado.
A receita líquida consolidada da fabricante de chassis de ônibus somou R$ 619,7 milhões, valor 2,6% menor do que o anotado em igual intervalo de 2015, sendo R$ 194,2 milhões, ou 31,3% do total, no mercado interno, enquanto o mercado externo somou R$ 425,5 milhões, representando os demais 68,7% da receita.
"O destaque do trimestre foi a receita das exportações a partir do Brasil, que cresceu 78,4% e 22,7% respectivamente no segundo trimestre e no primeiro semestre do ano. Esse crescimento é reflexo do aumento das vendas físicas ao exterior em 63,4% no segundo trimestre de 2016 e 32,0% no primeiro semestre e da desvalorização do real em relação ao dólar americano", informou a empresa no demonstrativo dos resultados.
O resultado financeiro líquido do trimestre foi positivo em R$ 32,5 milhões, ante os R$ 2,5 milhões também positivos registrados de abril a junho do ano passado. "Esse resultado é em grande parte oriundo da receita de variação cambial do real frente ao dólar americano, que somou R$ 23,0 milhões, e de rendimentos das aplicações financeiras", destacou a companhia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia