Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de agosto de 2016. Atualizado às 17h53.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria farmacêutica

03/08/2016 - 17h54min. Alterada em 03/08 às 17h54min

Vendas das redes de farmácia crescem 12,66% no 1º semestre, diz Abrafarma

Considerando apenas o mês de junho, as vendas somaram R$ 3,3 bilhões, uma expansão de 12,65% na comparação anual

Considerando apenas o mês de junho, as vendas somaram R$ 3,3 bilhões, uma expansão de 12,65% na comparação anual


GABRIELA DI BELLA/ARQUIVO/JC
As vendas das grandes redes de farmácia brasileiras cresceram 12,66% no primeiro semestre de 2016 na comparação com igual período do ano anterior, de acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). O faturamento do setor entre janeiro e junho atingiu R$ 19,3 bilhões.
Considerando apenas o mês de junho, as vendas somaram R$ 3,3 bilhões, uma expansão de 12,65% na comparação anual.
A categoria de medicamentos genéricos foi a que mais cresceu no semestre. O faturamento com esse tipo de remédio aumentou 12,86% na comparação anual, atingindo R$ 2 bilhões nos primeiros seis meses deste ano.
Já as vendas de outros itens que não remédios cresceram 11,95% no semestre ante igual período de 2015. Produtos como os de higiene e beleza trouxeram faturamento de R$ 5,7 bilhões para as farmácias entre janeiro e junho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia